HOUSE PHYLLO PASTE

La massa folhada (ou filo, yufka Em turco, Malsouqa na Tunísia, Dioul na Algeria, ouarqa em Marrocos) é uma massa folhada fina. Sua espessura varia de uma folha de papel a vários milímetros.

Usado na culinária mediterrânea e oriental, seu nome vem do grego antigo Phyllon que significa "folha". De origem grega, é usado em muitos países da bacia do Mediterrâneo. Está perto do brigue que apareceu no século XNUMX no Norte da África, embora tenham composições ligeiramente diferentes.
A massa folhada é usada em muitos bolos, como Böreks (“Bourek” na culinária argelina, “byrek” na culinária albanesa ou mesmo “burek” na culinária sérvia) ou baklava. Na culinária germânica, a massa é chamada de strudelteig, e os pastéis phyllo são os strudels. Na Grécia, é usado para fazer chinelos tradicionais (spanakopitas).

Nível de dificuldade: fácil
Tempo de preparação: 20 minutos
Tempo de descanso: 30 minutos
Tempo de cozimento: -
Tempo total: 50 minutos
Ingredientes: Folhas 6
250 g de farinha (de preferência forte tipo Manitoba)
100 ml de leite quente
1 c. para c. de fermento em pó
1/2 colher de chá para c. vinagre branco
35 g manteiga doce
1 pitada de sal
amido de milho

preparação:

  • Misture todos os ingredientes em uma tigela até obter uma massa elástica e lisa (10 min à mão).
  • Deixe repousar cerca de 30 minutos.
  • Divida em 2 bolas de massa do mesmo peso. 
  • Divida cada peça em três.
  • Faça bolinhas com cada pedaço de massa.
  • Desenrole cada bola com um rolo de massa o mais fino possível (até 1 mm de espessura). 
  • Empilhe os discos de massa enquanto polvilha 1 colher de sopa. para c. de amido de milho entre cada disco.
  • Pressione com o rolo do centro para os lados, aplicando a mesma pressão sobre a massa.
  • Vire e separe as folhas com as mãos.
  • Embrulhe em filme plástico.
  • Coloque na geladeira.
  • Use!

Frase sobre culinária:

“Cozinhar requer cabeça leve, mente generosa e coração amplo.”

Paul Gauguin